Ads 468x60px

Link list 2

AddThis

23 de janeiro de 2013

6

Análise Congo's Caper Super Nintendo (Snes)

capa-congos-caper

Desenvolvedora: Data East
Gênero: Plataforma
Modos de jogo: Single-Player / Multiplayer
Ano de lançamento: 1993
Download: Congo's Caper

Fala galerinha, estamos chegando com mais uma análise de jogos de Super Nintendo, e a partir de agora toda análise vai se chamar “SnesTalgia” e o escolhido da vez foi Congo’s Caper ou Joe e Mac 2 no Japão. Então vai ser SnesTalgia Congo’s Caper.
Como nós do Blog SnesTalgia já tínhamos feito uma análise “Review Prehistorik Man” que também é um jogo das cavernas, então Congo’s Caper é o próximo jogo na categoria antes de cristo a ser analisado.
O Jogo

Congo’s Caper é mais um jogo de Plataforma sobre a pré-história para Super Nintendo, mas não podemos comparar Congo com qualquer jogo das cavernas, pois Congo’s Caper é um jogo muito bom.
inicio-congos-caper
Congo é bem simpático
No jogo você é um macaco que por uma bruxaria ou obra do capeta se transforma em ser humano, ou melhor, meio humano e meio macaco. Se ficou confuso vou explicar melhor. Um bando de macacos alegres e serelepes estavam no planeta dos macacos quando do nada caiu do céu duas esferas vermelhas sobre dois macacos e assim eles viraram humanos, eles eram Congo que é o herói do jogo e Conguete a donzela do jogo.
apresentacao-congos-caper
As esferas caem nos macaquinhos que brilham e depois tcharammm
Logo em seguida aparece um demônio, capeta, capiroto, satanás ou sei lá o que e sequestra a Conguete. Sim é mais uma história bem clichê do mocinho que vai descer o porrete em deus e mundo para salvar a mocinha.
diabinho-congos-caper
O Tinhoso sequestrou a Conguete =´(
Mas espera ai! Essa história me parece ser familiar... Tem esferas e homem com calda de macaco? Então o nome do jogo deveria ser Dragon Congo’s Caper Z.
goku-congos-caper-irmaos
Goku e Congo, é não se parecem muito.
Enredo

Como já disse antes é um jogo com uma história bem clichê, nada de inovador nesse quesito, mas nem precisa de muita história não é mesmo? Afinal Congo que a partir de agora irei chamar de “Goku era um macaco que virou humano e a única macaquinha que virou mulher e que poderia acasalar e perpetuar a nova espécie foi sequestrada, então é aceitável que ele vá à busca de sua amada e depois de salva-lá devem acasalar loucamente até nascer o Goham.
fases-congos-caper
Se ficar parado muito tempo o macaco faz um dancinha mostrando o traseiro.
Ao longo do jogo você deve coletar diamantes amarelos para ganhar pontos e vidas extras, cada 100 diamantes equivale uma vida, os Rubis vermelhos ou esferas vermelhas se preferir chamar assim, te transformam em humano, um diamante gigante representa uma vida e um cubo azul faz com que rode uma roleta da sorte em uns quadradinhos no topo da tela se conseguir 3 imagens iguais você ganhará prêmios ou não.
fases-congos-caper2
A ultima imagem é o Bônus, lugar ideal para ganhar vidas.
Trilha Sonora

Talvez esse seja o ponto mais fraco do game, pois as músicas são bem repetitivas e não são marcantes, elas só são legais quando se está enfrentando algum chefão “Boss” fora isso é um quesito que ficou devendo e muito, já os sons conseguiram ser ainda piores que as músicas, pois em alguns momentos chegam até irritar, sem contar o fato de ter uns sons bem toscos que é uma pena, pois o jogo merecia uma atenção maior em sua trilha.
boss-congos-caper
Esses caras vão dar trabalho.
Gráficos

Os gráficos podem ser considerados bons para um jogo de 1993 tendo em vista que a maioria dos jogos daquela época não tinham gráficos tão bons como de Congo’s Caper, não estou dizendo que é uma das 7 maravilhas do mundo, mas é bem satisfatório com sprites bem desenhados e fases bem coloridas, os vilões do jogo foram muito bem feitos e nosso herói “Goku” chega até ser carismático.
surpresas-congos-caper
Nesse jogo tem ninjas, fantasmas e espinhos, na ultima foto dei pause na hora da morte.
Jogabilidade

Tratando-se de um jogo de plataforma a jogabilidade não tem lá muitos segredos, basicamente é andar e pular por abismos e na cabeça dos inimigos, mas o jogo tem algumas particularidades, pois pode-se interagir com os inimigos usando-os como trampolins para poder pular ainda mais alto. Apertando “Y” Goku usa seu “Bastão Mágico” que na verdade é uma clava ou um tacape se preferir chamar assim, esse pedacinho de pau que é sua principal arma durante o jogo e em minha opinião mais atrapalha do que ajuda por ter um alcance pífio e limitado chegando até ser tosco.
congos-caper-snes
Cada macaco no seu galho.
Se você pular e apertar para cima Goku dará um giro e se encostar em algum inimigo quando estiver girando você  mata o infeliz do inimigo, nas ladeiras do jogo se pressionar e para baixo e segurar, Goku ira descer girando e irá matar todos os inimigos que encontrar pelo caminho, estranho , outra coisa que já vi em algum lugar, se não me engano era Sonic o nome do jogo, mas deve ser engano meu.
fase-da-agua-congos-caper
Fase da água, Tiranossauro, e imitando o Sonic. Jogo cheio de surpresas.
Como o personagem principal do jogo é o Goku, se você coletar um Rubi quando estiver na forma de macaco você vira humano, na forma humana se pegar 3 rubis você irá se transformar em Super Sayajinvirando o zica da selva, tudo bem que vai ficar bem "afeminado" todo coloridinho saindo estrelinhas e brilhinhos por todo corpo mas Goku fica muito mais “Madafoca” os pulos chegam até a lua e você ainda pode planar quando está caindo. Se tomar 3 pancadas volta a ser humano e se tomar uma pancada quando for macaco você irá queimar no fogo do inferno.
ninja-congos-caper
Para passar o chefe ninja só no modo super sayajin.
Desafio

Dragon Congo’s Caper Z é um jogo que a primeira vista você não vai levar muito a sério e vai dizer assim:
"Haaa esse joguinho de criança eu terminarei em meia hora." É meu caro amigo se esse foi seu pensamento você acaba de se lascar todinho, pois o jogo tem uma dificuldade traumática.
Primeiro que seu “Life” ou pontos de vida se preferir chamar assim são apenas 3 e não tem como aumentar, segundo que o jogo irá te pregar uma peça com umas fases bem fáceis e depois você irá encarar telas com o nível Ultra Hard máximo, sim é verdade que as telas são curtas mas isso não quer dizer que você irá chegar até o final de todas elas e quando chegar nos chefões então vai chorar feito criança de tanto que vai morrer. Hoje em dia é mais fácil graças ao milagroso save state, mas quem jogou direto no Super Nintendo vai entender o que estou dizendo.
fim-congos-caper
Congo e Conguete casal lindo uai.
Passwords
Uma coisa boa do jogo é o sistema de Passwords, caso você seja um pilantra trapaceiro deixaremos disponíveis pra você os Passwords de Congo's Caper “Joe & Mac 2”.

Water World - Completo:  Coroa / Macaco / Fuzzy / Macaco



Volcano World - Completo: Fuzzy / Congo / Estrela / Fuzzy


Castle World - Completo: Macaco / Coroa / Congo / Estrela


Final Stage: Fuzzy / Coroa / Estrela / Macaco


Stage Select: Macaco / Estrela / Coroa / Congo
Agora o momento mais esperado, a avaliação SnesTalgia




Considerações Finais

Contras: O jogo é relativamente curto, os ataques com o bastão são muito limitados, sons atrapalham no decorrer do jogo.


Prós: O jogo tem um visual agradável, mesmo sendo um pouco difícil você fica preso ao jogo até o fim.

Conclusão: Congo’s Caper “Joe e Mac 2″ é um jogo que muitos jogaram na sua infância, mas devido o jogo ficar devendo em muitos aspectos, poucos lembram o nome do jogo. É um jogo bom indicado para ser jogado em uma tarde de domingo.
O jogo não se encaixa entre os 100 melhores jogos de Super Nintendo, mas leva o selo de qualidade Snestalgia que indica que vale a pena conferir.

Nota Final: 6,0


Baixe o jogo(rom) e confira. Clique no link abaixo para fazer o Download:


Congo's Caper Via uploaded



Congo's Caper Via smShare


Todo o Jogo (Rom) de Super Nintendo precisa de um emulador, caso não tenha, baixe agora mesmo clicando Aqui > Emuladores.

6 comentários:

  1. Ah já joguei! pow esse jogo é muuuuito difícil. A primeira fase até jogavel, mas a segunda! e a terceira!
    Mas é um bom jogo para passar a tarde de sábado :)

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente no fato de muitos ter jogado mas a maioria não gravou o nome do jogo, kkk. Aconteceu comigo, foi foda achar esse jogo novamente! Lembro de ser um dos primeiros jogos que joguei quando me apresentaram o Super Nintendo, junto com Mega Man 7 e Super Mario World.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz de ter feito você lembrar dele eu adoro esse jogo

      Excluir
  3. Fala galerinha, estamos chegando com mais uma análise de jogos de Super Nintendo, e a partir de agora toda análise vai se chamar ... isupernintendo.blogspot.de

    ResponderExcluir
  4. Gostei da análise, parabéns! Joguei muito esse game (na verdade ainda jogo rs).
    Mesmo sendo relativamente fácil e curto, prejudicando o fator replay, é um bom game no geral.

    ResponderExcluir

*Se gostou do post comente, sua opinião é muito importante.
*Comentários com links ou palavrões serão excluídos.

 

Seguidores