Ads 468x60px

Link list 2

AddThis

8 de maio de 2016

5

Análise Brawl Brothers Super Nintendo (SNES)

Brawl Brothers
Ano de Lançamento: 1992
Desenvolvedor: Jaleco
Publisher: Jaleco
Número de Jogadores: 2
Download: ROM Brawl Brothers

Quem acompanha o blog e o canal SnesTalgia a mais tempo deve se lembrar do vídeo que fiz falando sobre os 5 jogos que marcaram a minha infância e o que mais me marcou foi o Mortal Kombat 1, mas eu recebi uma grande trollada quando recebi o meu primeiro cartucho de Mortal Kombat porque quando eu fui correndo colocar no vídeo game  para jogar, assim que o jogo começou eu vi uma abertura....
 JALECO
brawl-brothers-analise-review-jaleco
Ué, que Mortal Kombat é esse?

Na época eu era muito novo e na minha cabeça aquilo era uma versão diferente de Mortal Kombat, mas depois percebi que era um  jogo diferente, isso só não traumatizou minha infância porque o jogo era muito divertido e pode ter sido o Beat em up que eu mais joguei, estou falando de Rushing Beat Ran também conhecido como Brawl Brothers e Rival turf 2 provavelmente você deve conhecer um desses nomes, então se gosta de jogos de tretinha e quer conhecer mais sobre esse game clique ai em CONTINUE LENDO e vamos começar.

brawl-brothers-analise-review-capa
Capa Japonesa de Rushing Beat
Como o jogo tem 3 nomes diferentes vou me referir a ele como Brawl Brothers que é o nome que ele recebeu na versão americana que foi lançado em 1992 esse é o segundo game da série, seu antecessor é mais conhecido como Rival Turf e a continuação é The Peace Keepers ou Rushing Beat Shura, já deu  pra perceber que marketing não era o ponto forte da produtora já que com essa mistureira de nomes o jogo não conseguiu ser bem divulgado e teve baixa popularidade o que para mim é lamentável porque o jogo é muito bom, claro que  ele não é o melhor jogo de tretinha de todos, mas podemos dizer que ele tentou  mudar um pouco as coisas ao invés de só ficar copiando jogos consagrados do gênero como Final Fight e Double Dragon.
brawl-brothers-analise-review-cover
Capa Americana, que maravilha heim o.0
Pra você entender o que se passa no game é preciso que entenda a história que cá entre nós não é das melhores. No jogo temos que eliminar toda a gangue que está aterrorizando Bayside City, essa gangue é formada por vândalos, psicopatas e cientistas que sequestram pessoas e fazem clones para aumentar cada vez mais o exército de arruaceiros da gangue e para piorar eles sequestraram 3 dos melhores alunos de brawl-brothers-analise-review-rickRick Norton e Douglas Bild brawl-brothers-analise-review-bilde claro querem clonar esses guerreiros, mas antes fizeram lavagem cerebral nos raptados e nossa missão é descer os sopapos em todo mundo, derrotar os clones, libertar os discípulos e vencer o líder da gangue. Falando assim a história não parece de todo ruim, mas aqui eles dizem que sequestraram os alunos de Rick e Douglas, mas no jogo quando iniciamos podemos escolher qualquer um dos 5 personagens, inicialmente temos que escolher 2 mesmo jogando apenas de um, os 3 personagens que sobrarem serão os sequestrados, mesmo que sejam Douglas e Rick (Fuck a lógica), mas tudo bem isso é só um detalhe que não interfere em nada, mas mostra uma introdução meia boca para o jogo.
brawl-brothers-analise-review-area
Temos que ir até o avião
Já conhecemos a história agora vamos conhecer os personagens:
brawl-brothers-analise-review-hackHack, na versão Japonesa seu nome é Rick Norton, ele é um dos protagonistas e esteve presente no primeiro jogo da série, ele é o tipico lutador de rua Badass, ele é bem equilibrado e tem uma boa variedade de golpes seu golpe especial é uma sequência arrasadora de socos carregados de brawl-brothers-analise-review-rick2energia que custa um pouco da sua barra de life, na verdade todos os personagens perdem um pouco de life quando usam o golpe especial.
brawl-brothers-analise-review-slashSlash, na versão Japonesa seu nome é Douglas Bild, outro protagonista que também esteve presente no primeiro jogo, ele é um policial que muitos dizem que se parece com o M.Bison de Street Fighter, mas pra mim ele é a cara do Silvester Stalone, me digam ai parece ou não parece? brawl-brothers-analise-review-douglasEle é o mais lento dos personagens em compensação é o mais forte e também possui uma boa quantidade de golpes inclusive o Yoga-Flame do Dhalsin, uma curiosidade aqui é que na versão americana ele tem a pele mais escura que na versão Japonesa seu golpe especial é uma espécie de soco com fogo que não ajuda em nada.
brawl-brothers-analise-review-lordLord J, esse tem o mesmo nome em todas as versões, ele é especialista em judô e é mais ágil que o Bild e seus combos também são melhores porém ele é um pouco mais fraco, seu golpe especial é um soco no chão que da choque naqueles que estiverem próximos e esse golpe especial sim ajuda bastante.
brawl-brothers-analise-review-kazanKazan, o ninja mais estiloso de todos os tempos, se liga só nesses sapatos, irado né, esse é o meu personagem favorito, ele é muito rápido, tem bons combos, pulo triplo, ótimos agarrões, usa uma espada nos combos e seus ataque de dash é um carrinho... Seu golpe especial é um jutsu onde ele atira shurikens para todos os lados desaparece e continua acertando os inimigos, sem duvidas o melhor golpe especial do jogo.
brawl-brothers-analise-review-wendyWendy Milan, a delicia que apareceu para dar um toque feminino no game, ela é uma lutadora profissional de wrestling dito isto é fácil supor que ela tem ótimos agarrões e contrariando os especialista nesse tipo de luta ela é bem rápida, porém ela tem o pior golpe especial do jogo onde ela da uma pirueta com um chute, queria saber o que tem de especial nisso ¬¬
brawl-brothers-analise-review-chars
Só consigo olhar para as tetas da Wendy
Pronto conhecemos os mocinhos, mas e os vilões? Claro que só vamos conhecer os vilões quando começarmos o jogo, mas antes vale a pena passar nas opções e desativar o Friend Touch, com isso não iremos acertar nossos aliados durante jogo a não ser com o lançamento de armas ou tiros, ainda nas opções podemos ativar o Angry Mode, com isso entraremos numa espécie de modo “invencível” toda vez que tomarmos uma surra dos inimigos, nesse modo alguns agarrões ficam extramente poderosos arremessando os inimigos na lua.
brawl-brothers-analise-review-characters
Comece com Rick e Kazan pois eles são chatos de enfrentar
Com tudo configurado é só escolher os personagens e cair na treta, ao todo teremos 10 áreas divididas em 4 fases, parece pouco né? E até é, porém o jogo tem uma dificuldade elevada e não possui continues infinitos então pode ser que a tela Game Over seja frequente em sua jogatina, no meu caso eu vi muito essa tela e ainda tenho pesadelos com o som de risada sinistra que tem quando aparece o Game Over.
brawl-brothers-analise-review-stone
No meio do caminho tinha uma pedra

A primeira fase é Bayside, onde lutamos na frente de prédios em meio aos carros, os inimigos mais fracos vão dar o ar da graça, lógico que isso é uma estratégia para você se acostumar com o jogo, mas em poucos minutos saímos dessa área e entramos na ponte onde as coisas começam a ficar mais tensas e o jogo nos mostra a que veio, um helicóptero vai nos descer o chumbo enquanto lutamos com os capangas, aqui vão aparecer alguns atiradores de vermelho e de azul, tome cuidado com os carecas de vermelho porque eles sim atiram e dão um pouco de trabalho, os outros seguram a arma mas atacam com chutes, vai entender né.
brawl-brothers-analise-review-fier
Tá pegando fogo bicho
brawl-brothers-analise-review-taco
Lucille minha preciosa
Para os fãs de The Walking Dead temos uma arma nessa parte que é a Lucille, entendedores vão entender, teremos muitas armas durante todo o jogo mas a maioria mais atrapalha do que ajuda então minha dica é, não se preocupe em pegar as armas, além dar armas também temos itens que recuperam energia como chocolates, refrigerantes, coxas de frango, queijo  e um kit de primeiro socorros.
brawl-brothers-analise-review-esgoto
Cheira Aqui!!!
Depois de receber tantos tiros a ponte vai desabar e iremos cair para os esgotos que em Brawl brothers é uma espécie de labirinto onde se você vacilar vai perder todas as vidas aqui e já ouvi muitas pessoas 
dizendo que desistiram do jogo nessa parte, vejam só heim, um beat em up fazendo pessoas desistirem logo na primeira fase quem diria, se você é um desses comente ai. Lembrando que isso só acontece em Brawl Brothers que é mais difícil que Rushing Beat, pois na versão japonesa os labirintos não existem, passando pelo labirinto é hora de enfrentar um chefão, mas lá na frente eu falo sobre os chefes.
brawl-brothers-analise-review-jungle
Fase dos manos e das minas
Na fase 2 começamos numa floresta repleta de minas terrestres, eu gosto dessa parte porque os inimigos podem se ferrar nas minas e eu me divirto com isso hehe... Acabando a floresta entramos no Lift, ué achou que nesse beat em up não teria elevadores? 
brawl-brothers-analise-review-elevador
Aprendi com Zangief
Pow tem que ter né, mas sem nenhuma novidade aqui é só ficar esperto para não cair, terminando essa parte estaremos no Air terminal, os inimigos mais chatos aqui são uns caras vestindo uma armadura de robô, e o que mais enche o saco é o de verde que sempre te agarra e te da uma chacoalhada e da um dano considerável então fique longe dele (se conseguir) no fim da tela encontramos aquele helicóptero da primeira fase e temos que descer a porrada nele, após isso vem mais um chefão, só não entendo porque devemos bater no helicóptero, sendo que era muito fácil usar ele para chegar no alto do prédio ou voar até a ultima fase, mas beleza.
brawl-brothers-analise-review-snes
Vamos meter porrada no helicóptero ¬¬
A terceira fase tem um salto de dificuldade em relação as outras, porque aparecem praticamente todos os tipos de inimigos, inclusive os grandalhões que se te pegarem vão fazer um baita arregaço, lembrando que aqui estamos no alto dos prédios então teremos buracos, por um lado é bom que podemos jogar os inimigos nesses buracos, mas podemos cair também e o legal é que tem muitos inimigos que se matam nesses buracos principalmente os grandalhões que são burros demais.
brawl-brothers-analise-review-super nintendo
Repare que o grandão ali vai se matar no buraco kkkk
A próxima área é a Airshed que também tem diferenças entre nas versões, no Brawl Brothers é mais um labirinto envolvendo os elevadores e no Rushing beat já vamos direto para onde precisamos que é um lugar onde iremos ver um avião ao fundo e após isso temos a luta com o ultimo chefe clone.
brawl-brothers-analise-review-badass
Rock and roll uhuuu
A ultima fase é a Adler onde estamos num pancadaria frenética em cima de um avião em pleno voo, os inimigos veem aos montes então todo cuidado é pouco, saindo do avião ou melhor entrando no avião passamos por uma espécie de depósito e depois para um laboratório onde os clones eram 
brawl-brothers-analise-review-aviao
Modo Super Yesss
produzidos detalhe paras os esqueletos macabros ao fundo, a fase é gigantesca mas depois de esfolar o dedo nos botões chegaremos no ultimo chefe que é meio decepcionante pois é um cara bem estranho, não tem cara de chefão, e ele me fez criar uma teoria, pois sempre fiquei imaginando porque diabos o nome do jogo é Brawl Brothers, porque ao pé da letra quer dizer Richa entre irmãos, então faz sentido dizer que o Iceman que é o ultimo chefe é irmão do Rick Norton, porque são bem parecidos não acham?
Se liga nos clones ao fundo
Enfim os chefes do jogo não foram bem elaborados já que são apenas clones, a Wendy tem um ataque onde ela sobe nas cordas e pula, ela não é difícil apenas demorado tenha paciência espere ela descer que não vai ter problemas, Lord J é super fraco, podemos derrotar ele apenas na corrida usando golpes com dash e ou voadoras.

brawl-brothers-analise-review-boss1
Arena da Wendy é da hora
Slash é bem forte, mas é só dar uma sequencia e correr, sequencia e correr até que ele morra, Hack  é um pouco mais complicado nesse aqui tem que sair na mão mesmo e abusar dos golpes especiais, meio difícil passar por ele sem morrer mas é só insistir que consegue.
brawl-brothers-analise-review-boss2
Enfrentamos Hack dentro de um cercado, isso atrapalha a visão
As coisas também são complicadas com Kazan , faça de tudo para encurralar ele na parede para depois meter a porrada nele e por ultimo o Iceman brawl-brothers-analise-review-icemané o mais difícil e demorado, o cara tem 3 barras de life e roda aquela sua arma que eu não faço ideia do que seja para ficar invulnerável, se ainda restar continues abuse dos golpes especiais, porque depois de um tempo ele fica sem a arma e
brawl-brothers-analise-review-final-boss
 fica mais fácil de derrotar, feito isso é só curtir o final do game que mostra uma mensagem final dizendo que você venceu mas será que os vilões foram mesmo derrotados? Com isso fica evidente que o jogo teria uma continuação e que de fato teve.
brawl-brothers-analise-review-ending
Todo mundo lascado
Brawl Brothers é um jogo pelo qual eu tenho muito carinho por ter sido o primeiro jogo que eu tive para o meu Super Nintendo, infelizmente eu não tenho mais o cartucho porque roubaram ele de mim, tudo bem eu não guardo rancor só desejo que o cara que roubou tenha uma morte lenta e dolorosa.
Agora o momento mais esperado, a avaliação SnesTalgia

Considerações Finais
Prós: Gráficos, Trilha Sonora, Jogabilidade
Contras: Inimigos repetitivos, chefes sem carisma
Conclusão: O game tem boa jobabilidade bons gráficos e boas musicas nada fica acima da média mas tudo se encaixa perfeitamente fazendo dele um jogo indispensável para todos os amantes do gênero no geral ele tem uma nota final 8 e está entre os 80 melhores jogos de Super Nintendo, detalhe para o selo SnesTalgia que quer dizer que vale a pena conferir, comentem ai que nota dariam para esse jogo.


Ajude o autor e curta essa postagem clicando em um ou mais dos botões de redes sociais abaixo e se possível se inscreva no nosso canal do Youtube.


5 comentários:

  1. Conheço toda a franquia Rushing Beat e joguei um bocado quando muleke...
    Meu favorito é o Rushing Beat Shura que é um Beat'em Up não linear onde podemos fazer diversos caminhos para o final que também muda de acordo com essas decisões.
    Bom não sei o Iceman mas o Norton tem sim uma irmã, a Maria Norton que aparece no final dele em Rushing Beat Shura.

    Graças ao primeiro Rushing Beat eu apelidei o Bild de M.Bison do Village People kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Village people? heuheu, no caso dos irmãos ai essa minha teoria é só uma zoeira mesmo, coisa da minha cabeça haha

      Excluir
  2. Meu camarada, parabéns pela matéria. Uma coisa: Brawl Brothers não é "Rixa entre irmãos", mas algo como Irmãos Porradeiros, Irmãos Arruaceiros, Irmãos de Porradaria, algo nesse sentido.
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ha sim sei que não significa isso que eu disse, mas sei lá, criei essa teoria só para fazer piada mesmo haha, mas sei que tem irmãos no meio, só não sei quem é irmão de quem haha

      Excluir
  3. Cara, muito bom esse game. Tive o privilégio de possuir o cartucho (Brawl Brothers), foi um dos games Beat 'n UP que mais joguei nos anos 90 junto ao Super Double Dragon. Felizmente temos os emuladores para quebrar o galho hoje kkkk. Me lembro que na época (1995), eu queria muito aquele cartucho do Super Mario All-Stars que meu vizinho tinha. Eu tentei passar o jogo Bonkers pra ele (Fazendo a maior propaganda positiva huehue), mas não deu certo. Só depois que ofereci o Cartucho do Brawl Brothers, ele aceitou kkk. Eu sempre pegava emprestado pra jogar (risos). Enfim, bons tempos que não voltam mais!! Parabéns pelo post...

    ResponderExcluir

*Se gostou do post comente, sua opinião é muito importante.
*Comentários com links ou palavrões serão excluídos.

 

Seguidores